Separamos dicas de ouro pra você fazer o curso dos seus sonhos

Posts Recentes

fichamento

Fichamento: o que é? Para que serve?

O fichamento é um registro realizado em fichas, como o próprio nome sugere. Basicamente, os estudantes podem utilizá-lo para reunir várias anotações em um único local ou, simplesmente, expor a sua análise crítica de um texto. 

Um fichamento é resumido nas principais ideias de um determinado assunto, que pode ser de um livro ou artigos de revistas. Mas é possível utilizá-lo para fazer análises de outros conteúdos, como uma reportagem. 

Clique aqui se você quer mais dicas sobre como estudar e qual curso escolher!

Fichamento: Saiba tudo sobre esse registro

Se você quiser recorrer ao dicionário para compreender o que é o fichamento, saiba que encontrará sua resposta. Porém, o procedimento é muito mais simples do que a maioria imagina. 

Como o próprio nome sugere, o fichamento é o registro de conteúdos utilizando fichas. Portanto, se você quiser registrar uma informação importante de algum texto, artigo, livro ou reportagem, ele pode ser utilizado. 

Além disso, um bom fichamento pode ser utilizado como o ponto de partida para a criação de resumos ou resenhas universitárias, como também para o Trabalho de Conclusão de Curso. Dessa maneira, você tem todas as informações fundamentais para a composição de seu texto. 

Caso tenha interesse em registrar as suas ideias, é necessário seguir um padrão lógico para isso. Portanto, recomenda-se compreender como é o fichamento dentro das normas da ABNT, descobrir a fonte ideal, o tamanho, as margens e o espaçamento necessário. 

Vale ressaltar que, embora pareça um procedimento simples, não é fácil criar um fichamento, principalmente se você não souber por onde começar. Então, antes de começar o seu, veja como esse registro funciona. 

O que é o fichamento? Para que esse registro serve?

Primeiramente, como o próprio nome sugere, o fichamento é o processo de registrar ideias em fichas. Sendo assim, o estudante inclui nesse registro as principais informações de um texto, livro ou reportagem. 

Portanto, esse procedimento é super prático e indicado aos estudantes, principalmente para dar início ao seu resumo, resenha ou TCC. Embora pareça simples, é necessário compreender por onde começar e como utilizar as normas da ABNT

Esse registro também pode ser utilizado como um material para o seu próprio estudo. Além disso, o estudante pode usar da criatividade, mesclando diferentes tipos de fichamento, cores ou adicionando post-its. 

Então, por mais que seja utilizado para a criação de trabalhos, as funções desse registro variam. Os tipos de fichamentos também variam, são eles: de citação, bibliográfico ou resumo. 

Fichamento, Resumo e Resenha: Quais são as principais diferenças?

A princípio, os fichamentos parecem muito com resumos e resenhas. Porém, mesmo que seja utilizado para esse tipo de criação, eles possuem algumas diferenças, incluindo a maneira com que é apresentado e seu principal objetivo. 

Então, veja na sequência, as principais características de cada um desses registros:

Fichamentos

  • Os fichamentos apresentam os seus conteúdos em fichas;
  • O principal objetivo desse registro é a divisão dos conteúdos para tornar o acesso mais fácil;
  • Existem três tipos distintos de fichamentos, são eles: de citação, bibliográfico e de resumo.

Resumos

  • A maneira com que os resumos são apresentados são os famosos textos corridos;
  • O principal objetivo desse registro é a compilação das partes mais importantes de um texto, sendo menor e mais direto;
  • Um resumo pode ser feito a partir da leitura de um texto simples ou trabalhos acadêmicos.

Resenhas

  • Assim como os resumos, as resenhas são apresentadas em textos corridos;
  • O principal objetivo das resenhas é evidenciar as partes relevantes de um texto, mas apresentando informações que criam uma opinião sobre o assunto;
  • Por fim, o formato das resenhas são analíticas ou opinativas.

Então, agora que você sabe quais são as principais diferenças desses três modelos, sabe em qual momento utilizá-los. 

fichamento

Como criar um fichamento?

Agora que você sabe as principais características dos fichamentos, veja o passo a passo para criá-lo:

  1. Primeiramente, escolha a obra que será registrada: Antes de mais nada, é importante que você tenha conhecimento prévio sobre essa obra. Uma ótima maneira de obter isso é fazendo uma breve leitura do conteúdo, contextualizando e analisando o autor;
  2. Registre as informações na estrutura correta: Embora os fichamentos sejam registrados em fichas, cada um deles conta com uma estrutura diferente. Para descobrir qual a sua, leve em consideração as normas da ABNT para cada um;

É muito comum que a estrutura dos fichamentos sigam o seguinte padrão:

  • A fonte segue o mesmo padrão para todos os trabalhos, ou seja, 12;
  • É obrigatório que exista a numeração de páginas;
  • Os estudantes também devem colocar as margens em seu fichamento, que deve ter 3 cm na parte superior, a esquerda com 3 cm, a inferior com 2 cm e a direita com 2 cm;
  • O espaçamento entre as linhas deve ser de 1,5 cm;
  • O estudante também deve criar um cabeçalho com as seguintes informações: nome da instituição, nome completo, data em que o documento será entregue, disciplina e, por fim, o curso e o período;

Seu fichamento também deve incluir as referências bibliográficas da obra.

Separamos dicas de ouro pra você fazer o curso dos seus sonhos